Clínica

9

Equipa

9

Primeira Consulta

9

Paciente Internacional

9

Tecnologia e Inovação

9

Pagamentos e Financiamento

Tratamentos

9

Branqueamento Dentário

9

Cirurgia Oral

9

Dentisteria

9

Endodontia

9

Tratamentos Endodônticos

9

Higiene Oral

9

Implantes Dentários

9

Oclusão e Bruxismo

9

Odontopediatria

9

Ortodontia

9

Periodontologia

9

Reabilitação Oral

9

Saúde Mental

9

Sono

Conhecimento

9

Formação

Preparamos o futuro com formação especializada

9

Blog

Saiba mais sobre nós e o trabalho da nossa equipa nestes artigos de blog

9

Imprensa

CAD/CAM

Tecnologia CAD/CAM

CAD/CAM é uma abreviatura para os termos Computer-Aided Design e Computer-Assisted Manufacturing. Basicamente, trata-se da capacidade de digitalizar a cavidade oral do paciente, passando-a para um software, através de um modelo 3D.

Esta tecnologia transporta o Laboratório de Prótese Dentária para o universo do digital e é uma grande vantagem. Com estas ferramentas sabemos que é possível aprimorar os resultados da reabilitação oral através do aperfeiçoamento de elementos como inlays, onlays, coroas, facetas dentárias e próteses fixas totais.

A tecnologia CAD/CAM existe desde a década de 70, mas tem sofrido várias reinvenções ao longo dos anos, de modo a otimizar as próteses dentárias. Atualmente, é composta por 3 componentes principais, que passamos a explicar.

 

  1. Impressão digital através de scanner intra ou extraoral (CAD)
  • Numa primeira fase, digitaliza-se a cavidade oral do paciente para recolha de dados e o seu processamento pelo software. Esta pode ser realizada diretamente, através de um scanner intraoral, ou indiretamente, a partir de um molde convencional e de um modelo de gesso que depois passa por um scanner extraoral de laboratório;
  • O scan pode ser efetuado em 2 momentos diferentes — na preparação dentária (pré-operatório) e após o tratamento (pós-operatório);
  • A digitalização gera um arquivo que é enviado para o laboratório. Posteriormente, é trabalhado num software para desenhar um modelo virtual do sorriso a ser desenvolvido.

 

  1. Software (CAD)
  • Processam-se os dados adquiridos e recebidos pelo scanner. A partir desse registo, as imagens são transformadas em formas geométricas para a criação de designs da reabilitação;
  • A partir deste software, é possível construir, moldar, dimensionar e adaptar os desenhos às necessidades do paciente;
  • Esta tecnologia também pode ser utilizada no planeamento digital de colocação de implantes dentários e para o desenho e construção de uma guia cirúrgica para a colocação dos implantes de forma mais precisa, segura e correta.

 

  1. Impressora 3D e fresadora (CAM)
  • Impressão — os modelos de trabalho ou de enceramento utilizados para mock-ups (maquete para a colocação de facetas) e as provas de dentes para reabilitação total sobre implantes dentários (prótese fixa total) podem ser impressos em resina, através dum processo rápido e preciso;
  • Fresagem — as peças dentárias criadas virtualmente são fresadas e materializadas em peças dentárias físicas. Esta transformação é realizada através de fresadoras próprias, que realizam cortes de alta precisão em blocos de material escolhido (zircónio, dissilicato de lítio, metal, PMMA, etc.), originando e dando forma às peças protésicas inicialmente desenhadas.

 

Há muitas vantagens associadas à utilização deste tipo de tecnologia e de métodos digitais, tais como:

  • Maior rapidez — estas tecnologias permitem simplificar processos e reduzir tempos de execução;
  • Maior precisão — devido ao processo CAD/CAM;
  • Personalização do caso — através do trabalho de design e de uma vasta biblioteca que o software apresenta, permitindo criar características individuais e singulares na Reabilitação Oral;
  • Maior conforto;
  • Memória — o desenho fica armazenado no software, permitindo uma execução mais rápida no caso de repetições ou consertos.